Choveu 150 mm no acumulado da 1ª semana na região Sudeste

E a previsão é de mais chuvas para o restante do mês.

pecuaria previsao tempo

A primeira semana de dezembro foi marcada por fortes chuvas na região Sudeste do país.

Os destaques foram o Espírito Santo, a região Central de Minas Gerais, o Leste de Minas, o Triângulo Mineiro e o Noroeste/Norte de São Paulo, com volumes de até 100-150 milímetros no acumulado até o dia 5.

Também choveu bastante no Oeste e Norte do Paraná e em Goiás, o que trouxe alívio para alguns municípios em que não chovia há alguns dias.

No Nordeste brasileiro, não foram registradas precipitações nas áreas em branco no mapa na figura 1.

Figura 1
Volume de chuvas acumulado no Brasil em dezembro/2019 (até o dia 5) e normal climatológica (média histórica) para o mês, em milímetros.

Fonte: CPTEC / INMET

Com as precipitações em maiores volumes no Brasil Central e no Centro-Sul, aumentou a disponibilidade de água no solo no início de dezembro nessas regiões, o que tem favorecido as condições e desenvolvimento das lavouras e também das pastagens.

No Paraná, por exemplo, 91% das lavouras de milho de primeira safra 2019/2020 estão em boas condições e 9%, em condições medianas. Com relação à soja, 81% das lavouras paranaenses estão em boas condições, 16% em condições medianas e 3% em condições ruins, segundo informações do Departamento de Economia Rural (DERAL). A semeadura está concluída no estado.

Observe, na figura 2, que a disponibilidade de água no solo ficou acima de 80 milímetros entre os dias 1 e 5 de dezembro em uma faixa que vai de Santa Catarina, passando por toda a região Sudeste, chegando ao Tocantins.

Por outro lado, a situação é crítica em uma área que vai da Bahia até o Maranhão, com disponibilidade menor que 20 milímetros no período analisado.

Figura 2
Disponibilidade de água no solo no Brasil, por estado. Média do período: 1 a 5 de dezembro de 2019.

Fonte: CPTEC / INMET

Previsão para o curto prazo

Para o restante da primeira quinzena de dezembro, estão previstas chuvas no Brasil Central e na região Norte do país.

Poderá chover até 125-150 milímetros no acumulado entre os dias 6 e 14 em alguns estados. Veja a figura 3.

Figura 3
Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 6 e 14 de dezembro de 2019, em milímetros. 

Fonte: USDA

Para a segunda quinzena de dezembro (até o dia 22), os mapas de previsão mostram volumes menores de chuvas para o Brasil Central e Centro-Sul, comparativamente com a primeira metade do mês.

Entretanto, a expectativa é que as precipitações sejam mais bem distribuídas (homogêneas) entre as áreas (figura 4).

Figura 4
Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 14 e 22 de dezembro de 2019, em milímetros. 

Fonte: USDA

Toda segunda-feira um novo boletim climatológico é publicado às 6h. Não deixe de acompanhar!