Aproveite as redes sociais para ampliar seu negócio

Assim como ter um site e manter dados atualizados de sua propriedade na busca do Google e no Google Maps, investir nas redes sociais é mais uma importante forma para se destacar no mercado

A presença digital para as empresas de diferentes setores já não é mais um diferencial de mercado, mas uma ferramenta obrigatória para os negócios. Ter sua marca presente e ativa na internet – seja com um site exclusivo, dados atualizados em sistemas de busca, como o Google, ou em redes sociais – passou a ser uma indispensável estratégia profissional para quem quer atingir o grande público on-line existente no país. Quer ver por quê?

Para você ter uma ideia, somos mais de 140 milhões de usuários ativos nas redes sociais, o equivalente a 66% da população brasileira, segundo o relatório Digital in 2019 feito pela We Are Social, em parceria com a Hootsuite. O documento também apontou que o Brasil foi um dos países com maior aumento no número de usuários nas redes: mais de 10 milhões novos usuários. E que somos o segundo país que mais navega pelas redes sociais, com uma média diária de 3h34 on-line, atrás somente das Filipinas.

Outro dado relevante mostra que 130 milhões desses brasileiros acessaram as redes por dispositivos móveis (61%), ou seja, por meio do celular, e 81% é ativamente engajado nas plataformas digitais.

No agronegócio, não é diferente. Como já mostramos aqui, de acordo com o Censo Agropecuário do IBGE de 2017, houve um aumento de 1.790% no número de produtores rurais com acesso à internet de 2006 até 2017.

Leia também: Três aplicativos que ajudam no manejo de pastagens

E, de lá para cá, a percepção das redes sociais como uma grande aliada para ampliar a visibilidade das propriedades e dos serviços prestados tem aumentado entre os profissionais do setor. Ronan da Silva, de 32 anos, está entre os profissionais do campo que viu na presença digital um caminho para ampliar os negócios. Há 14 anos à frente do trabalho desenvolvido na Fazenda Camparino, em Cáceres, no Mato Grosso, Ronan conta que o melhor custo-benefício proporcionado pela internet para a divulgação de uma marca foi determinante para que migrassem para o digital. A fazenda desenvolve a atividade exclusiva de pecuária de corte e pecuária seletiva, na qual busca o melhoramento do Zebu Brasileiro, em especial as raças Nelore, Nelore Mocho, Sindi, Gir Leiteiro e Cavalo Quarto de Milha.

“Além de possibilitar impulsionar a nossa marca de forma objetiva e eficaz a um custo baixo, a internet nos auxilia no operacional da fazenda. No caso da pecuária seletiva, por exemplo, torna-se indispensável pelo envio de informações. Tudo feito de forma online, rápida e ágil, o que nos torna mais eficientes, nos poupa tempo e dinheiro”, defende.

Atualmente, a fazenda conta com o atendimento de uma agência especializada que mantém o perfil da Camparino no Facebook (com mais de 3.300 fãs), no Instagram (com mais de 17 mil seguidores) e um canal no YouTube (com mais de 5 mil inscritos) – redes sociais que estão entre as 10 mais utilizadas no país. Há atualizações frequentes, publicações semanais, posts patrocinados e interação com o público. Esta última, aliás, foi um dos aspectos decisivos para o início do investimento também no digital (eles já fazem divulgação televisiva).

Leia também: A internet pode reduzir os custos e trazer mais rendimento para a pecuária

Publicações da Fazenda Camparino no Facebook e no Instagram

Top 10 redes sociais

Conheça as 10 redes sociais mais usadas no Brasil, ou seja, as que têm maior número de usuários:

  1. YouTube
  2. Facebook
  3. WhastApp
  4. Instagram
  5. Facebook Messenger
  6. Twitter
  7. LinkedIn
  8. Pinterest
  9. Skype
  10. Snapchat

 

Leia também: Melhore suas fotos no campo com três dicas sobre fotografia

E você, também mantém a sua marca em plataformas digitais? Compartilhe sua experiência aqui no blog.

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*