CLIMA COLABORA COM COLHEITA DO MILHO DE SEGUNDA SAFRA

Além do bom ritmo dos trabalhos no campo, as produtividades médias estão positivas.

No Brasil Central, praticamente não choveu no acumulado da primeira quinzena de junho. Já na região Sudeste, as precipitações ocorreram em maiores volumes na metade Sul do estado de São Paulo e no Norte do Espírito Santo.

No Sul do país, destacamos as chuvas de até 100-150 milímetros no acumulado até o dia 13/6 no Paraná, conforme apresentamos na figura 1.

Figura 1.
Volume de chuvas no Brasil em junho (até o dia 13), em milímetros.

Fonte: USDA

Avanço da colheita

O tempo seco tem favorecido os trabalhos no campo no Centro-Oeste, com bom avanço da colheita do milho de segunda safra nas últimas semanas.

Em Mato Grosso, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), até o dia 10 de junho, a colheita atingira 8,6% da área semeada no estado na temporada 2018/2019. Nesse mesmo período da safra passada, 2,0% da área plantada havia sido colhida.

No Paraná, apesar das chuvas, a colheita tem evoluído dentro do esperado. De acordo com informações do Departamento de Economia Rural (DERAL), 12,0% da área de milho de segunda safra foi colhida até então, frente aos 2,0% no mesmo período do ciclo anterior (2017/2018).

Produtividades médias

Além do bom ritmo da colheita neste ciclo, o clima favorável durante o desenvolvimento das lavouras permitiu boas produtividades, que vem se confirmando com a colheita.

No relatório de junho, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) revisou para cima a produtividade média do milho “safrinha”, que deverá ser 22,7% maior que na temporada anterior.

O aumento nos rendimentos médios somado ao crescimento na área semeada este ano, de 6,9% na comparação anual, deverá refletir em um incremento de 31,1% no volume colhido na segunda safra, frente à safra passada.

Previsão para o curto prazo

Entre os dias 14 e 22 de junho, estão previstas chuvas somente na região Norte do país. Veja a figura 2.

Figura 2.
Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 14 e 22 junho de 2019, em milímetros.

Fonte: USDA

Com o tempo mais seco, a expectativa é de um avanço da colheita do milho no país sem muitos problemas.


Toda segunda-feira um novo boletim climatológico é publicado às 6h. Não deixe de acompanhar!