Chuvas devem diminuir nos próximos meses

boletim climatológico - céu nublado

A expectativa é de redução dos volumes e queda nas temperaturas no Brasil Central e Centro-sul.

Na primeira semana de abril (até o dia 4), as chuvas totalizaram 25 milímetros em boa parte do Brasil Central.

No Norte do país, as precipitações continuaram fortes no Acre, Pará e Amazonas (50-100 milímetros). Choveu bastante também na região Nordeste, nos estados do Maranhão, Piauí e Ceará.

Já no Sudeste e no Sul, não choveu em diversas áreas, conforme apresentado na figura 1, que traz o acumulado de chuvas nesse início de mês.

Figura 1
Volume de chuvas em abril, até o dia 4, em milímetros.

Fonte: INMET | CPTEC

Na figura 2, destacam-se os estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais e algumas áreas no Centro-oeste, em que não chove há mais de 10-15 dias.

No Rio Grande do Sul, essa situação perdura há mais de 30 dias em algumas localizações.

Figura 2
Número de dias consecutivos sem chuvas no país.

Fonte: INMET | CPTEC

Para o curto prazo (até o dia 12 de abril), são esperadas chuvas em boa parte do país, o que deve aliviar a situação dos locais mencionados. As exceções são o Rio Grande do Sul e a faixa leste da região Nordeste.

Já na metade do mês em diante, os volumes deverão diminuir no Centro-sul do país. Veja a figura 3.

Figura 3
Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 5 e 12 de abril e 12 e 20 de abril de 2019, em milímetros.

Fonte: USDA

Conforme avança o outono, a tendência é de redução gradual das chuvas no Brasil Central e Centro-sul.

Esse fato, somado à queda nas temperaturas e dias mais curtos, deverá refletir em perda da qualidade das pastagens a partir do final de abril e começo de maio.

Toda segunda-feira um novo boletim climatológico é publicado às 6h. Não deixe de acompanhar!

 

Clique e leia a matéria completa