Chuvas na primeira semana de dezembro

Previsão é de bons volumes no Brasil Central e região Sudeste.

previsao tempo pasto extraordinario

No acumulado de novembro, até o dia 28, as chuvas ocorreram em grandes volumes em boa parte do país, com exceção da região Nordeste, aonde em alguns lugares não chove há mais de 100 dias. Veja a figura 1.

Figura 1.
Número de dias consecutivos sem chuvas. Referência: 28/11/19.

previsao tempo pasto extraordinario

Fonte: Cptec / Inmet

Na região Norte, que registrou os maiores volumes este mês, choveu até 360 milímetros em alguns municípios do Amazonas, Acre e Rondônia. Nas regiões de pecuária nesses estados, as fortes chuvas têm prejudicado às condições das estradas e a coleta do leite e/ou transporte do gado para abate nos frigoríficos.

Já no Brasil Central, Centro-Sul e região Sudeste os volumes totalizaram entre 100 e 250 milímetros em novembro, ou seja, mais dentro da normalidade para o período.

Entretanto, destacamos as fortes chuvas no Espírito Santo, Rio de Janeiro e Leste de Minas (até 250 milímetros em novembro) e em outras localidades (Oeste de São Paulo e Norte de Minas) as chuvas não ultrapassaram os 50-100 milímetros no período, ficando abaixo da média para o mês de novembro.

Na figura 2 estão os mapas com as chuvas no acumulado de novembro deste ano e a média histórica para o período.

Figura 2.
Volume de chuvas acumulado no Brasil em novembro/19 (até o dia 28) e normal climatológica (média histórica) para o mês de novembro, em milímetros.

previsao tempo pasto extraordinario

Fonte: Cptec / Inmet

Observe que em boa parte das regiões Centro-Oeste e Sudeste do país, os volumes ficaram abaixo da média histórica para o mês em questão, entre 50 e 100 milímetros. As áreas com déficit de chuvas estão em amarelo e bege na figura 3.

Figura 3.
Desvios (anomalias de chuvas) em novembro no Brasil (até o dia 28), em milímetros.

previsao tempo pasto extraordinario

Fonte: Cptec / Inmet

Para o final de novembro e primeira semana de dezembro, a previsão é de chuvas em boa parte do Brasil Central e em uma faixa que se estende até o litoral da região Sudeste (figura 4).

Essas precipitações deverão beneficiar o desenvolvimento da safra de grãos de verão (2019/2020), na reta fina de semeadura no país, e também as condições das pastagens, que já apresentam bom vigor nas principais regiões pecuárias.

Figura 4.
Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 29 de novembro e 6 de dezembro de 2019, em milímetros. 

previsao tempo pasto extraordinario

Fonte: USDA

Toda segunda-feira um novo boletim climatológico é publicado às 6h. Não deixe de acompanhar!

Clique e leia a matéria completa