Chuvas: previsão para o próximo trimestre

O período compreende o início da estação chuvosa no Brasil Central e no Centro-Sul.

Nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, o período chuvoso tem início em setembro/outubro.

Dessa forma, o clima nos próximos meses será determinante para a temporada 2019/2020, já que reflete diretamente na janela de plantio da safra de grãos e também na retomada das condições das pastagens.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), para o trimestre agosto, setembro e outubro deste ano, a expectativa é de chuvas nos três estados da região Sul do país, além de Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Nessas localidades, o volume deverá ser de 50 a 100 milímetros acima da média histórica para o período em questão, ou seja, uma situação mais favorável em termos de chuvas, conforme apresentamos na figura 1.

Figura 1
Previsão de anomalias de chuvas (desvios) para o trimestre agosto, setembro e outubro de 2019, em milímetros.

Fonte: INMET

O que chama a atenção na figura 1, portanto, são as áreas em amarelo e bege, que abrangem boa parte do Brasil Central, da região Norte do país, além de Minas Gerais, Espírito Santo e quase toda a região Nordeste.

Nesses locais, a expectativa é de precipitações entre 50 e 100 milímetros abaixo da média histórica (normal climatológica), o que poderá atrasar o início da semeadura dos grãos e a recuperação das condições das pastagens (atrasos na boiada de safra).

Lembrando que no ano passado o clima foi bastante favorável no país nesses meses que compreendem o início da estação chuvosa, com preocupações apenas no final do ano e em janeiro de 2019, quando algumas áreas no Centro-Sul e no Brasil Central ficaram trinta dias sem chuvas.

De qualquer forma, as precipitações voltaram em fevereiro em bons volumes e, assim, seguiram até junho, favorecendo as condições do capim e a produtividade da safra de inverno, com destaque para o milho.

Na tabela 1, estão as previsões para as chuvas e temperaturas para o longo prazo, ou seja, no trimestre agosto, setembro e outubro.

A preocupação maior é com relação às precipitações, especialmente no Centro-Oeste, já que, no que diz respeito à temperatura, a previsão é de valores em torno da média histórica do período.

Tabela 1
Resumo das previsões de chuvas e temperaturas em agosto, setembro e outubro de 2019 no Brasil, por região.

Fonte: INMET / Scot Consultoria

Já em curto prazo, o clima deverá permanecer seco em quase todo o país, com previsão de chuvas apenas no extremo Norte e Sul do país no final de julho e começo de agosto.

Isso somado às temperaturas médias mais baixas (mas acima dos valores registrados no início de julho) deverá manter as condições das pastagens ruins até o retorno das chuvas, aumento da temperatura e maior luminosidade.

A figura 2 demonstra a previsão de chuvas entre os dias 26 de julho e 3 de agosto de 2019.

Figura 2
Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 26 de julho e 3 de agosto de 2019, em milímetros.


Toda segunda-feira um novo boletim climatológico é publicado às 6h. Não deixe de acompanhar!

Clique e leia a matéria completa