Boas expectativas de chuvas em nov/2018, dez/2018 e jan/2019

Gado no pasto em dia de chuva

No trimestre que envolve os meses de julho, agosto e setembro de 2018, as chuvas ocorreram em bons volumes em Mato Grosso do Sul, São Paulo, Sul de Goiás, Noroeste do Paraná, Sul de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Triângulo Mineiro e Sul de Minas.

As precipitações ficaram até 200 milímetros acima da média histórica na região Sul do país.

Já nos estados do Sudeste e Centro-oeste (Mato Grosso do Sul e Goiás), os volumes foram entre 50 e 100 milímetros acima da normal climatológica. Veja a figura 1.

Figura 1
Anomalias (desvios) de chuvas no trimestre de julho, agosto e setembro de 2018, em milímetros, em relação à normal climatológica (média histórica).

Gráfico Boletim Climatológico

Fonte: INMET (Instituto Nacional de Meteorologia)

Por fim, apesar do clima mais favorável neste segundo semestre, em comparação ao mesmo período do ano passado, é importante mantermos no radar o monitoramento do clima e a possibilidade de ocorrência do fenômeno El Niño. As agências de meteorologia não descartam a possibilidade de o fenômeno acontecer, ainda que em intensidade bem fraca.

Na tabela 1, apresentamos os anos de ocorrências do El Niño e a intensidade do fenômeno desde 1991.

Tabela 1
Últimas ocorrências do fenômeno El Niño e intensidade.
Ocorrências do fenômeno El Niño e intensidade

Clique e leia a matéria completa