O que esperar das chuvas no 1º trimestre de 2020?

Previsão é favorável para boa parte do país, mas algumas regiões de MT, GO, MG e SP deverão receber volumes abaixo da média.

previsao clima agro

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) divulgou recentemente a previsão de anomalias (desvios) de chuvas para o Brasil no primeiro trimestre de 2020.

O período compreende o final do desenvolvimento e a colheita da primeira safra de grãos (safra de verão) e a semeadura e o início do desenvolvimento da segunda safra (safra de inverno).

No caso da pecuária, são os meses de maior oferta de pastagem para os animais, com boa disponibilidade de massa verde e capim de qualidade. É o período em que normalmente é feita a adubação das áreas e também o controle das plantas daninhas.

Nas áreas em azul no mapa, na figura 1, a previsão é de que chova acima da média durante o período analisado. São elas: regiões Sul e Norte do país, região Central de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Oeste e Noroeste de Mato Grosso, Norte de Goiás, Rondônia, Leste de Tocantins, Bahia, entre outros, locais em que são esperadas chuvas de 50 a 100 milímetros acima da normal climatológica (média histórica).

Por outro lado, em boa parte de São Paulo, Triângulo Mineiro, Sudeste de Minas Gerais, Sudoeste de Goiás, região Central e Centro-Sul de Mato Grosso, Maranhão, Piauí, Ceará, além de outras regiões no Nordeste brasileiro, a previsão é de que as precipitações fiquem entre 50 e 100 milímetros abaixo da média histórica.

Figura 1
Previsão de anomalias (desvios) de chuvas no trimestre janeiro, fevereiro e março de 2020, em milímetros.

previsao clima agro

Fonte: CPTEC / INMET

Com isso, em uma faixa que vai da região Central de Mato Grosso, passando pelo Sul de Goiás, Norte/Noroeste de São Paulo, Triângulo Mineiro e Sul de Minas, onde historicamente chove de 700 a 900 milímetros no acumulado de janeiro a março, a previsão é de chuvas mais escassas nesses meses em 2020.

Para uma comparação, na figura 2 está o mapa de chuvas com a normal climatológica (média histórica) para o primeiro trimestre do ano.

Figura 2
Chuvas: Normal climatológica (média histórica) para o trimestre janeiro, fevereiro e março, em milímetros.

previsao clima agro

Fonte: CPTEC / INMET

Início do Verão

No Hemisfério Sul, o verão tem início no dia 22 de dezembro e termina no dia 20 de março de 2020.

A estação é caracterizada pela elevação da temperatura em todo o país e por dias mais longos que as noites e com probabilidades de mudanças rápidas nas condições de tempo, tais como chuvas fortes e ocorrência de granizo; assim como ventos fortes e descargas elétricas, principalmente nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país.

Chuvas no curto prazo

Para o final de dezembro, a previsão é de chuvas nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sudeste do país.

Os maiores volumes estão previstos para o Amazonas, Norte de Mato Grosso, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais, regiões nas quais poderá chover até 150-175 milímetros no acumulado entre os dias 20 e 28 (figura 3).

previsao clima agro

Fonte: USDA

Natal e Ano-Novo

Na figura 4, estão os mapas com as probabilidades de chuvas no Brasil no Natal, Ano-Novo e vésperas.

No Rio Grande do Sul, Roraima, Amapá e boa parte da região Nordeste não deverá chover nesses períodos.

Já no restante do país, existe de 40% a 60% de chance de ocorrência de chuvas nestas datas.

Figura 4
Probabilidade de ocorrência de chuvas nos dias 24/12/19, 25/12/19, 31/12/19 e 1/1/2020, em %.

4.04.0

previsao clima agro

Fonte: Agritempo

Toda segunda-feira um novo boletim climatológico é publicado às 6h. Não deixe de acompanhar!

 

Clique e leia a matéria completa