A previsão é de que as chuvas continuem o Rio Grande do Sul

Gado no pasto em dia de chuva

No extremo Sul do estado, o volume de chuvas no acumulado da primeira quinzena de janeiro foi o dobro do previsto para todo o mês de janeiro, o que tem afetado a situação das lavouras e pastagens em algumas áreas.

Choveu em boa parte do Brasil na primeira quinzena de janeiro/2019.

Os maiores volumes foram registrados no extremo Sul do Rio Grande do Sul, onde choveu até 400 milímetros em algumas áreas no acumulado até o dia 17.

Este volume é mais que o dobro do previsto para todo o mês de janeiro, de até 150 milímetros, que é a média histórica (1981-2010) para o período, conforme mostrado na figura abaixo.

Figura 1
Média histórica de chuvas acumuladas no mês de janeiro (Normal Climatológica 1981-2010, em milímetros).

Figura 1 - Média histórica de chuvas acumuladas no mês de janeiro

Fonte: INMET | CPTEC | INPE

O excesso de chuvas no estado desde o final de 2018 tem prejudicado as lavouras e os trabalhos no campo em algumas áreas do Rio Grande do Sul.

Já o Paraná e o Sul de Mato Grosso do Sul, que sofreram com a falta de chuvas no final de 2018, também receberam bons volumes nas primeiras semanas deste ano, entre 150 e 200 milímetros. Neste caso, o cenário é favorável, já que poderá reduzir as perdas previstas em termos de produtividade das áreas afetadas pela seca.

Por outro lado, na região Nordeste, as precipitações não ultrapassaram os 25 milímetros em boa parte da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

Figura 2
Volumes acumulados de chuvas no Brasil em janeiro/2019 (até o dia 17), em milímetros.

Figura 2 - Volumes acumulados de chuvas no Brasil em janeiro de 2019 - até o dia 17-, em milímetros.

Fonte: INMET | CPTEC | INPE

Previsões

Para a penúltima semana do mês, estão previstas chuvas no Centro-sul e na região Norte do Brasil, com volumes de até 125-150 milímetros no acumulado entre os dias 17 e 25 próximos.

As precipitações deverão continuar em grandes volumes no Rio Grande do Sul, especialmente na fronteira com o Uruguai.

Por fim, na região Centro-oeste e Brasil Central de maneira geral, as precipitações não deverão ultrapassar os 70-80 milímetros no mesmo período, enquanto que no Nordeste a previsão é de chuvas apenas no Maranhão, Piauí e Ceará.

Figura 3
Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 18 e 26 de janeiro de 2019, em milímetros.

Figura 3 - Previsão de chuvas no Brasil entre os dias 18 e 26 de janeiro de 2019, em milímetros.

Fonte: IGES | COLA

——–

Toda segunda-feira um novo boletim climatológico é publicado às 6h. Não deixe de acompanhar!

Clique e leia a matéria completa