Festa do Peão de Barretos: maior evento rural da América Latina

Confira a sua história, curiosidades e as novidades deste ano, na 64.ª edição da festa que acontece em Barretos, a capital do rodeio brasileiro

Festa do Peão de Barretos

Créditos da Imagem: André Monteiro Fotografia

Competições e torneios esportivos, provas culinárias, shows musicais e muita diversão. Há 64 anos, a Festa do Peão de Barretos encanta e atrai milhares de pessoas e competidores do mundo todo, tornando-se o maior evento da cultura sertaneja na América Latina – que, este ano, será realizado de 15 a 25 de agosto.

Mas você sabe quando surgiu a Festa de Barretos e como a cidade se tornou a capital do rodeio brasileiro?

Passagem obrigatória dos chamados corredores boiadeiros – vias de transporte de gado entre um estado e outro no país –, Barretos recebia os peões das comitivas que permaneciam na cidade para descansar. Entre as distrações criadas por eles, estava exibir suas habilidades na lida com o gado. Em um sábado de 1947, na quermesse realizada na praça central da cidade pela Prefeitura Municipal, aconteceu o primeiro rodeio do país.

A partir daí, as apresentações não pararam mais. Em 1955, um grupo de rapazes ligados à agropecuária local teve a ideia de promover festas inspiradas na lida das fazendas, com o objetivo de arrecadar fundos para as entidades assistenciais da região. Ali nascia Os Independentes, que, um ano depois, lançaram a 1ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, com o rodeio como atração principal e os peões viajantes como estrelas do evento.

1 milhão de visitantes na Festa do Peão de Barretos

Desde a sua primeira edição, a Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos transforma a rotina da pacata cidade de 100 mil habitantes. Este ano, na sua 64ª edição, a cidade deve receber 1 milhão de visitantes, que estarão reunidos em um parque temático com cerca de 2 milhões de metros quadrados.

Palcos, estádio de rodeios, feira comercial e de alimentação, estacionamento e também a área de camping para o público, que escolhe dormir no local do evento, fazem parte do espaço.

Entre a ampla e variada programação, estão as já tradicionais competições esportivas, culinárias e shows musicais, com mais de cem atrações em cinco palcos.

Confira outros números da Festa de Barretos que justificam o título de maior evento rural da América Latina:

  • R$ 200 milhões na economia – estimativa de movimento com negócios e aumento da demanda na rede hoteleira e imobiliária, restaurantes, supermercados, suvenires, entre outros, na região.
  • R$ 1 milhão – premiação do rodeio.
  • 10 mil – empregos diretos e indiretos.
  • 3 mil – número de animais.
  • 600 – número de competidores.

Programação esportiva da Festa do Peão de Barretos

Montarias em touro, cavalo e provas cronometradas com a presença das principais tropas e de grandes nomes do esporte no Brasil e no mundo fazem parte da tradicional programação esportiva da Festa de Barretos.

Com uma premiação de, aproximadamente, R$ 1 milhão, o evento deste ano conta com 11 dias de disputas esportivas na arena do Parque do Peão, em sete modalidades: touros, cutiano, três tambores, team penning, working penning, sela americana e bareback.

Uma das grandes atrações é o 27º Barretos International Rodeo, que reúne competidores brasileiros e de países como Estados Unidos, Austrália, México e Canadá, e dá prêmios valiosos, como caminhonetes e picapes. Junto ao rodeio internacional, acontece a final da Confederação Nacional de Rodeio (CNAR), envolvendo competidores ranqueados e dos principais campeonatos chancelados pela entidade.

O Rodeio Interestadual com montarias em touros também atrai equipes de diversos estados brasileiros. A equipe campeã e o profissional com maior nota somada no torneio se classificam para o Barretos International Rodeo. Já a disputa The American Run, conta com a participação de 15 competidores em busca de vagas para a semifinal do The American, o rodeio norte-americano com premiação milionária.

Além dessas competições, acontecem o Campeonato Barretos de Três Tambores, as classificatórias de Team Penning, a etapa final da Liga Nacional de Rodeio (montarias em touros) e a Copa Os Independentes, com as modalidades Três Tambores, Working Penning e Team Penning.

Uma das novidades desta edição, é a “Casa dos Gigantes”, espaço especialmente criado para o aquecimento e preparo dos competidores antes das provas.

40 anos de rodeio em touros

A 64.ª edição da Festa do Peão de Barretos também comemora os 40 anos da chegada do rodeio em touros ao Brasil: a primeira disputa da modalidade aconteceu em 1979, em Barretos.

O ex-competidor e atual juiz de rodeio Tião Procópio foi um dos precursores das montarias em touros no país e, em 1980, foi campeão. Este ano, ele será representante e símbolo das disputas esportivas do evento, que inclusive tem entre as novidades a criação do título Gigante da Arena.

A modalidade de rodeio em touros já virou tradição e atrai milhares de competidores e público para a festa. Um deles é Rafael Ribeiro, campeão em Barretos no ano passado. Natural de Murutinga do Sul, em São Paulo, nasceu e foi criado em fazenda. Desde os cinco anos, monta em touros e, em 2010, participou do seu primeiro rodeio. Em 2017, marcou presença pela primeira vez em Barretos. No ano seguinte, saiu vencedor.

“Sempre sonhei em montar e participar de provas. Ganhar em Barretos foi uma emoção muito grande, mudou a minha vida, pois amadureci como pessoa e como profissional. É algo difícil de explicar”, conta.

Peão desde pequeno

A tradição da festa e a paixão pelos rodeios e competições nacionais e internacionais impacta a todos: pecuaristas, público em geral e competidores. É o caso de Ari Piovesan, de 32 anos, que desde os sete já ‘madrinhava’ nas provas e nos rodeios brasileiros. Natural de Apucarana, no Paraná, mudou-se ainda na infância para Piracicaba, em São Paulo. Começou a competir na modalidade cutiano com 16 anos, mas já acompanhava seu pai, também competidor e tropeiro, desde cedo nos rodeios.

Na Festa de Barretos, por exemplo, Ari marca presença há 10 anos como competidor do torneio de montaria em cavalos. Nas últimas três edições, conquistou o quarto lugar, depois o segundo e, no ano passado, foi campeão no estilo cutiano. “A sensação é inexplicável, é única. É como ganhar uma copa, entende? Posso ganhar muitos rodeios, mas sempre perguntam: ‘e Barretos, você já ganhou?’. Foi a realização de um sonho!”.

Nesses 16 anos de carreira, já foi campeão de cerca de 80 rodeios, sendo alguns deles realizados nas cidades brasileiras de Americana, Jaguariúna, Colorado, Cajamar, Fernandópolis, Ribeirão Preto e Divinópolis.

Leia também: Brasileiros que arrasam em rodeios

Programação Musical na Festa de Barretos

Além das provas e torneios esportivos, a Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos é considerada um grande festival musical, reunindo diversos estilos, do sertanejo à música eletrônica.

Entre as atrações desta edição, estão o retorno do projeto AMIGOS (com Zezé Di Camargo & Luciano, Chitãozinho & Xororó e Leonardo), Gusttavo Lima, Simone & Simaria (eleitas As Embaixadoras), Jorge & Mateus, Fernando & Sorocaba e Felipe Araújo. Entre os artistas confirmados também estão Ivete Sangalo, Ferrugem, Mano Walter e Alok.

Você já esteve em alguma edição desse grande evento? Conte para nós a sua experiência!

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*