De consultor a investidor do agronegócio

Entenda como e por que o consultor em projetos de pecuária de corte e leite Adilson Aguiar se tornou um investidor do agronegócio

O agronegócio brasileiro deve ser encarado como uma oportunidade para quem deseja investir. Afinal, é uma atividade em ascensão e que está em pleno desenvolvimento. Esse é o setor da economia que alimenta o mundo, e está organizado desde a cadeia produtiva das culturas e animais até a comercialização, possibilitando vários ramos de atuação para investidores que desejam ganhar dinheiro em uma nova modalidade de negócio.  

O zootecnista, professor e pesquisador Adilson Aguiar atua como consultor em projetos de pecuária de corte e leite desde 1991 e explica que é essencial que o investidor do agronegócio esteja por dentro do que acontece na agricultura e na agropecuária mundial. “Conhecer o negócio é fundamental para se manter competitivo no mercado e para fazer os melhores investimentos”, recomenda.

Leia também: Saiba qual é o seu perfil de investidor no mercado financeiro

A consultoria 

Ministrando aulas e coordenando programas de monitoria e de pesquisa, Adilson afirma que contribui para preparar futuros profissionais: “muitos desses já se tornaram profissionais de sucesso no campo, consultores e investidores no mercado brasileiro”.

“Nestes 30 anos, eu ministro palestras e treinamentos para técnicos já graduados e, nas reuniões técnicas de que participo, procuro sempre ser coerente com os resultados de pesquisas validados em fazendas comerciais. Procuro divulgar e recomendar tecnologias e técnicas que tenham sido pesquisadas por instituições de pesquisas e empresas privadas idôneas e, depois, validadas em fazendas comerciais. Tudo isso para tornar a produção agropecuária uma atividade viável economicamente para o pecuarista.”

Leia também: Tudo o que você precisa saber para aumentar a produtividade do pasto

Virando um investidor do agronegócio

Descendente de trabalhadores do campo, Adilson cresceu no meio agropecuário. Até seus 13 anos, estava sempre correndo e brincando na fazenda dos avós. De lá para cá, estudou muito e tornou o campo o seu trabalho, sendo sua principal atividade e fonte de renda.

Os anos se passaram e hoje ele tem sociedade na propriedade agropecuária da família. “A minha esposa, também zootecnista, tem fazenda de pecuária de corte (recria e engorda) no estado de Goiás”, conta. O Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo, e o segmento é uma ótima opção de investimento, uma vez que, em 2019, atingiu receita de 5,5 bilhões de dólares e empregou milhões de pessoas em sua cadeia produtiva.

“Nós também somos sócios no projeto de produção de leite da marca Leitíssimo, localizado no sul da Bahia, no município de Jaborandi”, conta o professor.

A Leitíssimo é resultado de mais de 18 anos de trabalho dedicado para resgatar a forma natural de criar e alimentar gado permanentemente no pasto de um jeito saudável e sustentável. “O leite é 100% proveniente do nosso rebanho desenvolvido com gado nascido e criado na ‘Aldeia Leitíssimo’, composta por 3 fazendas. Leite de origem 100% controlada com animais nascendo e crescendo com a mesma qualidade de vida, alimentação e saúde”, ressalta Adilson.

Ele explica que o rebanho da Leitíssimo é livre de aplicações de somatropina bovina (rBST), e esse é o principal diferencial do negócio. O rBST é um hormônio bastante usado no Brasil, porém, proibido em muitos países, como: Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Japão, Argentina e em 27 países da União Europeia. Esse hormônio induz as vacas a produzirem mais leite na busca por produtividade e rentabilidade.

“Essas oportunidades de investimento foram surgindo ao longo da minha vida pessoal e profissional. Eu não saberia investir em outra atividade, pois é essa que eu conheço e sei as perspectivas de ganhos”, finaliza Adilson.

Leia também: Três dicas para ganhar dinheiro com a pecuária

Antes de investir em qualquer área, é muito importante estudar sobre o negócio, equilibrar as expectativas e mensurar condições e potenciais de investimento. E você, já é um investidor do agronegócio? Conte pra gente!

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*