Pecuária sustentável em pauta na região da Mantiqueira, em Minas Gerais

Parceria promove esforços conjuntos em benefício do meio ambiente e de todos os impactados pelo projeto

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária unidade Gado de Leite (Embrapa Gado de Leite), em parceria com a ONG The Nature Conservancy (TNC) iniciaram ações conjuntas em um projeto de pecuária sustentável na região da Mantiqueira. Partes do estado de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo – que estão incluídas no território do Plano Conservador da Mantiqueira –  foram abrangidas pela iniciativa.

O Plano Conservador da Mantiqueira é uma ação coletiva que une agentes da esfera pública, do terceiro setor, de instituições de ensino e do setor privado para promover a restauração de paisagens na região de influência da Serra da Mantiqueira.

Para conhecer melhor o projeto da Embrapa e da TNC, o blog Pasto Extraordinário conversou com o pesquisador Pedro Arcuri, da Embrapa Gado de Leite.

LEIA TAMBÉM: Uma fazenda pode ser produtiva e sustentável ao mesmo tempo?

O principal objetivo

“O principal objetivo é fomentar a adequação ambiental, estimular boas práticas e a manutenção sustentável dos recursos naturais como solo, água e florestas em propriedades rurais de pecuária leiteira na região de atuação do Plano Conservador da Mantiqueira, visando mais eficiência na produção da pecuária leiteira associada ao fornecimento de serviços ambientais”, afirmou Arcuri.

De acordo com o pesquisador, como etapa inicial, a parceria entre as duas instituições vai identificar e cadastrar produtores rurais que já utilizem ou que demonstrem interesse em adotar práticas sustentáveis na produção agropecuária. Na sequência, serão adotadas diversas condutas, como:

  • Tipificar e monitorar propriedades leiteiras, conforme os seus perfis de ambiente físico, socioeconômico e tecnológico.
  • Apoiar os técnicos e produtores rurais interessados na implantação de Unidades Demonstrativas (UDs)* e na condução de práticas sustentáveis no território do Plano Conservador da Mantiqueira.
  • Monitorar as propriedades atendidas pelo projeto para avaliar as mudanças sociais, técnicas, ambientais e econômicas decorrentes das práticas adotadas.
  • Produzir material técnico-científico para divulgação e disseminação dos resultados.
  • Capacitar produtores, técnicos e gestores municipais multiplicadores com atuação no território do Plano Conservador da Mantiqueira como forma de disseminar as práticas sustentáveis de produção agropecuárias.
  • Realizar eventos de capacitação e divulgação técnica.
  • Produzir publicações técnicas e científicas vinculadas aos propósitos do projeto.

*UDs são áreas de uma propriedade ou, às vezes, propriedades inteiras que servem para difundir o uso de tecnologias e boas práticas entre os produtores, como a demonstração da recuperação de pastagens degradadas, o uso de determinado defensivo, algum tipo de planta (clones de eucalipto ou espécies nativas da Mata Atlântica) ou raça animal (a raça Girolando), segundo explicou Arcuri. O pesquisador disse que o objetivo das UDs é difundir o uso entre os produtores. Elas são implantadas por técnicos que supervisionam seu desenvolvimento e, depois, promovem dias de campo ou outro tipo de evento para as demonstrações.

VEJA TAMBÉM: Até as vacas leiteiras vão ficar mais perto do cliente

A parceria

A parceria entre a Embrapa Gado de Leite e a The Nature Conservancy foi elaborada em 2020 e lançada em julho deste ano. Veja como foi a live de lançamento: https://www.youtube.com/watch?v=xDYtJLxO_D

Para Arcuri, o cadastro dos produtores rurais que já utilizam ou têm vontade de adotar práticas sustentáveis na agropecuária é um dos resultados esperados, assim como todas as ações citadas anteriormente. Nesse cadastro, por exemplo, serão informadas a descrição das propriedades e as práticas adotadas.

Outra meta do projeto, de acordo com Arcuri, é a produção de materiais técnico-científicos para a divulgação e disseminação dos resultados, no formato de “business cases”. Treinamentos e cursos para a capacitação de produtores, técnicos e gestores municipais também são propósitos que a iniciativa irá entregar.

SAIBA MAIS: Como a inovação chegou até as vacas leiteiras?

Meio de vida com qualidade e outros benefícios

De acordo com o pesquisador, a parceria visa permitir que os produtores de leite no território do Plano Conservador da Mantiqueira mantenham seu meio de vida com a sustentabilidade da produção leiteira.

A preservação do meio ambiente, da biodiversidade do bioma Mata Atlântica e de áreas de transição, conforme o pesquisador, não é a única forma de contribuição do projeto para a região.

“A parceria visa permitir que os produtores de leite no território do Plano Conservador da Mantiqueira mantenham seu meio de vida com a sustentabilidade da produção leiteira, isto é, obtendo lucro econômico e ao, mesmo tempo, adotando práticas que preservem os recursos naturais”, afirmou Arcuri.

Esses padrões, segundo o pesquisador, irão garantir e ampliar o fornecimento de serviços ambientais* – principalmente a produção de água, ainda mais ao se considerar a grande densidade populacional do território e o abastecimento de centros urbanos importantes.

Arcuri ainda listou outras vantagens do projeto que vão impactar a vida dos produtores. “Os benefícios são a produção sustentável de leite e outros produtos, que significa a produção econômica, com rentabilidade, complementada com a aplicação dos aspectos sociais e a preservação dos recursos naturais.  Este último aspecto traz o benefício da boa imagem dos produtores entre os consumidores e a opinião pública de um modo geral, como agentes econômicos que preservam os recursos naturais, especialmente a produção de água e a preservação dos recursos naturais, como solos e florestas”, afirmou.

Arcuri ressaltou que toda a população desfrutará das regalias que a parceria pretende promover, afinal, o que está em jogo é a garantia de serviços ambientais, como a produção de água, e a preservação da biodiversidade vegetal e animal da Mata Atlântica, que é um dos biomas mais comprometidos do planeta.

*A Embrapa define serviços ambientais como ações humanas que contribuem para a manutenção e recuperação de funções biológicas que beneficiam o ser humano.

LEIA MAIS: Práticas que aumentam a produtividade nas fazendas leiteiras

A relevância da região da Mantiqueira

Região da Mantiqueira é rica em biodiversidade

Conforme o pesquisador, a relevância da região da Mantiqueira em termos ambientais é muito grande pelo fato de abranger áreas fundamentais para o abastecimento de água para centros urbanos como Rio de Janeiro e parte da cidade de São Paulo, além de centenas de outros municípios desses dois estados e de Minas Gerais.

“É uma região riquíssima em biodiversidade por estar compreendida no Bioma Mata Atlântica e apresentar uma geografia bastante diversificada, incluindo áreas de planície, serras e terrenos acidentados, conhecidos como ‘mar de morros’ –  todas de manejo complexo e ocupadas para a produção agrícola desde o século 18.  A parceria, portanto, propõe a adequação das atividades agropecuárias envolvidas na produção de leite, que histórica e culturalmente é uma das atividades mais antigas na região, com o aumento da prestação dos serviços ambientais”, disse Arcuri.

LEIA TAMBÉM: Projeto de startup paranaense visa bem-estar animal de vacas leiteiras

Gostou deste conteúdo? Essa é uma iniciativa que merece nossos parabéns, não é mesmo? Continue acompanhando nosso blog! Sempre tem novidade interessante para você, pecuarista.

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*