Recuperação nos preços no mercado de leite e derivados

A demanda interna por lácteos foi bastante prejudicada pela pandemia, levando a quedas nos preços e a incertezas no mercado do leite em abril e maio. Mas a flexibilização da abertura do comércio e a produção menor fizeram os preços do leite e derivados subirem desde junho.

A demanda por lácteos foi prejudicada pela pandemia, em função do fechamento de estabelecimentos comerciais e de prestação de serviço, tais como restaurantes, lanchonetes, bares e hotéis (food service).

O segmento mais afetado foi o de queijos, e o pior momento em termos de demanda interna foi registrado em março e abril deste ano.

Diante disso, mesmo com a produção de matéria-prima (leite cru) em queda nas principais bacias leiteiras do país no primeiro semestre (entressafra), o movimento de alta no mercado do leite perdeu força no pagamento realizado em abril, e foram registradas quedas no preço do leite ao produtor no pagamento seguinte, em maio.

Situação atual

As incertezas devido à pandemia, somadas aos custos de produção maiores da atividade leiteira este ano e ao clima menos favorável no Sul do país (atrasos nas chuvas e na safra de leite), refletiram sobre a produção no país.

O resultado foi que o volume de leite captado cresceu em junho (1,6%) e em julho (4,6%), mas o volume nesses dois meses foi, em média, 4,5% abaixo na comparação com igual período do ano passado, segundo o Índice Scot Consultoria de captação.

Essa oferta de matéria-prima mais ajustada, junto com a melhoria no escoamento de produtos lácteos e com a flexibilização da abertura do comércio, aumentou a concorrência entre os laticínios pelo leite.

Com isso, os preços do leite pagos ao produtor subiram fortemente nas negociações realizadas em junho e julho deste ano, e os dados parciais de agosto apontam para alta também no preço pago ao produtor em agosto.

Veja na figura 1 a evolução do preço do leite nos últimos anos, considerando a média nacional ponderada, que é calculada com base no levantamento feito em 18 estados pela Scot Consultoria.

Figura 1.
Preços do leite ao produtor (média nacional ponderada), em R$ por litro, sem o frete.

Fonte: Scot Consultoria

Demanda

Do lado da demanda por leite cru, as indústrias de laticínios aumentaram o processamento diante da maior movimentação no mercado do leite interno com a flexibilização da abertura do comércio e auxílios do governo, que têm refletido em melhora do escoamento.

Os estoques mais enxutos nas indústrias nos últimos meses, devido às incertezas com relação à pandemia, acirraram a concorrência pela matéria-prima.

Spot, atacado e varejo

Os preços do leite subiram no mercado spot (leite comercializado entre as indústrias) em agosto.

Em São Paulo, Minas Gerais e Goiás, o aumento médio foi de 3,9% em relação ao fechamento de julho deste ano. No Paraná e Rio Grande do Sul, a alta foi de 4% no mesmo período.

As fortes valorizações nos preços do leite nos últimos meses no mercado spot refletem a maior concorrência entre as indústrias pela matéria-prima (leite cru) e melhora no escoamento com a flexibilização da abertura do comércio.

As altas da matéria-prima têm sido repassadas para os preços dos lácteos no atacado e varejo.

No atacado (indústrias), os preços dos lácteos subiram, em média, 5,3% na primeira quinzena de agosto, na comparação com a quinzena anterior. O leite longa vida (UHT) subiu 1,6% e o queijo muçarela teve alta de 4,3% nesse mesmo período.

No varejo, os reajustes foram menores comparativamente com o atacado, mas o movimento de alta persiste. O leite longa vida (UHT) subiu 0,7% e o queijo muçarela teve alta de 0,6% na primeira metade de agosto.

A expectativa é de mercado do leite firme e valorizações do leite ao produtor e dos derivados lácteos em agosto e nas primeiras semanas de setembro. No entanto, o viés de alta deverá diminuir a partir de meados de setembro/outubro, com a produção aumentando no Brasil Central e região Sudeste, já com o início da safra nessas regiões.

Autor: Rafael Ribeiro de Lima Filho – zootecnista, msc.

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*