Rolando Boldrin declama Oração por pecuária sustentável

Filme integra campanha institucional da Corteva, que objetiva valorizar o produtor e reposicionar a Linha Pastagem

Oração do pecuarista - Linha Pastagem Corteva

“A gente olha pra natureza como inspiração e fonte de vida.” O verso, dito pela voz potente do ator, compositor e apresentador de TV Rolando Boldrin abre “Oração”, título do filme da nova campanha institucional da Linha Pastagem Corteva. Daí para frente, o que se ouve é como uma prece, interpretada por Boldrin, celebrando o respeito ao meio ambiente, aos animais e às pessoas, sobre cenas que mostram desde a lida diária nas fazendas de produção pecuária até a chegada do alimento à mesa dos consumidores.

Com o conceito “A natureza é nossa força. A pecuária, nossa raça. E alimentar o mundo, a nossa fé”, a campanha procura valorizar as boas práticas que conduzem a produção sustentável de carne e leite ao mesmo tempo que torna público o alinhamento da marca no Brasil com os propósitos mundiais da companhia: “Enriquecer a vida daqueles que produzem e que consomem, garantindo o progresso para as próximas gerações”.

Lançada neste mês, um ano depois da criação da Plataforma-S – iniciativa que reúne os compromissos e ações da Linha Pastagem Corteva por uma pecuária sustentável – “a campanha procura demonstrar tudo o que a Plataforma-S representa e o que desejamos: o sucesso de toda a cadeia, de quem consome, de quem produz e de quem está ligado à produção, a sinergia desses elos e a questão socioeconômica”, informa Paulo Pimentel, líder da Linha Pastagem Corteva. “Com a Plataforma-S, queremos valorizar os produtores que trabalham de maneira sustentável, apoiando suas ações como caminhos para alinhar o sistema produtivo com o uso mais eficiente da terra, da água, a preservação dos biomas e a redução dos gases de efeito estufa.”

Corteva pela produtividade e sustentabilidade

A nova campanha também procura mostrar como a marca no Brasil está alinhada aos propósitos mundiais da companhia que, no ano passado, anunciou 14 compromissos para promover, até 2.030, a sustentabilidade entre os agricultores e os pecuaristas, no solo, nas comunidades e nas operações da empresa.

Na sequência deste anúncio, foi criada a Plataforma-S, iniciativa que ganhou destaque no recém-lançado Relatório de Sustentabilidade da Corteva. “A sociedade, a pecuária e nossas tecnologias evoluem ao longo dos anos, assim como a nossa forma de nos comunicarmos e nos posicionarmos frente ao mercado. Desde 2020, quando lançamos a Plataforma-S, nosso projeto de sustentabilidade, sentimos a necessidade de ajustar nosso posicionamento como marca para que estivesse conectado com esse DNA da Plataforma-S, voltado para o apoio ao desenvolvimento de uma pecuária mais sustentável”, explica a Relações Públicas Marcela Von Zuben, responsável pela área de comunicação da Linha Pastagem Corteva. “Esse DNA é que direciona tudo que fazemos e lançamos na Linha Pastagem.”

Por isso, a campanha “conversa com todos os agentes que atuam na cadeia produtiva de carne e leite”, nas palavras de Marcela. “Em especial, destaco nosso time interno da Corteva, que trabalha dia e noite em prol do desenvolvimento da pecuária brasileira, nossos parceiros –  distribuidores e cooperativas – que são a extensão da nossa força de vendas e de apoio aos pecuaristas. E, é claro, os pecuaristas – que estão à frente do desenvolvimento da pecuária no Brasil.”

A natureza é nossa força. A pecuária, nossa raça. E alimentar o mundo, a nossa fé.

Com tantos objetivos a serem atingidos, a campanha partiu de um conceito abrangente, que procurou enfatizar os pilares de sustentabilidade da marca: meio ambiente, produção e social. Segundo Marcela, “O conceito criativo conseguiu expressar exatamente nossa crença e propósito: a natureza como nossa força – e, por isso, nossa preocupação com o meio ambiente –, a nossa raça em trabalhar para o crescimento da pecuária, preservando os recursos, na mesma medida que promovemos o progresso para as próximas gerações. E, finalmente, a fé que nos move, dia após dia, para alimentar o mundo ao colocar comida na mesa da crescente população mundial”. Pimentel complementa: “Nosso propósito é muito bonito, verdadeiro e inspirador. Com força, raça e fé vamos tornando-o realidade para cada vez mais pessoas e comunidades, produtores e consumidores”.

“Oração” declamada por Rolando Boldrin

Ao falar dos propósitos inspiradores da Corteva, Pimentel explica que “o filme que abre a campanha se chama ‘Oração’ justamente porque queremos internalizar essas mensagens em todas as pessoas que trabalham conosco, passando para a nossa linha de distribuição, os pecuaristas, as comunidades em que estão inseridos, chegando até os consumidores. A ideia é que essa ‘Oração’ seja compartilhada por todos os nossos colaboradores, parceiros e clientes”.

Para tanto, o texto do filme foi especialmente criado para a voz de Rolando Boldrin, ator com grande reconhecimento dos públicos rurais. A escolha não poderia ter sido mais acertada: ao interpretar o texto da “Oração” na gravação, Boldrin ainda fez questão de colocar expressões próprias de seu vocabulário, “como as pessoas falam”, ressaltou o ator. Marcela destaca que “graças ao poder da sua fala, conseguimos comunicar de maneira emocionante e impactante aquilo que estava no coração e no dia a dia de quem vive de pecuária”. Com o mesmo sentimento, Paulo de Jesus, o criador e roteirista do filme, comentou logo após a gravação: “Boldrin falou com o coração”.

Veja o filme Oração abaixo:

Os desafios da produção

Quem vê o filme “Oração” assim pronto, com trilha musical, imagens bonitas e a interpretação grandiosa de Rolando Boldrin, nem imagina os desafios que as equipes de produção tiveram que enfrentar, em plena pandemia da Covid-19.

Para começar, a locução teve que ser gravada por meio remoto, para não expor nem o ator nem os profissionais da produção ao risco de contágio. Felizmente, com toda a sua experiência em contar ‘causos’, Boldrin deu um show de interpretação, construindo ênfases e pausas dentro do tempo previsto, que potencializaram a emoção da Oração.

“Trabalhar com o Rolando Boldrin já é um desafio. Compor uma trilha à altura daquela interpretação, então, foi um desafio e um privilégio. Isso num momento complicado, em que estava com meus pais com Covid em casa”, conta o musicista, compositor e produtor de som Eduardo Potyx, responsável pela captação, composição e arranjo da trilha e a sonorização final do filme. “Acabei compondo duas trilhas, porque sobrou inspiração”, anima-se Potyx – já com os pais plenamente recuperados e vacinados.

Na captação das imagens, mais desafios. “Quando recebemos a narração do Rolando Boldrin, entendemos que tínhamos que produzir o máximo possível de imagens documentais, verdadeiras e, ao mesmo tempo, inspiradoras, poéticas e com a ‘nossa cara’ – nossos biomas, nosso gado, nossa gente – e não cenas ‘gringas’ de bancos de imagem. Mas como fazer isso no meio de uma pandemia?”, lembra o diretor e editor do filme, LP Iazzetti, da AgroFilmes. Ednei Sulzbach, produtor e codiretor do filme, acrescenta que a experiência com o campo e com a Corteva também foi decisiva na superação das limitações impostas pela pandemia na produção. “Como parceiro da Corteva, há muitos anos visito fazendas em todo o país. Percebi, nesta produção, que os pecuaristas, distribuidores e eu temos em comum o relacionamento longo e sustentável com a companhia – o que nos ajudou muito”, conta Ednei.

Ao mesmo tempo que acontecia a produção do filme, a equipe da HouseCricket, agência de comunicação que atende à Linha Pastagem Corteva, enfrentava outro desafio: o de traduzir criativamente as mensagens do filme em todas as outras peças da campanha, para os meios impressos e digitais. O resultado, você confere na imagem principal que ilustra esta matéria.

Segundo Bernardo Passarella, Diretor de Criação da HouseCricket, “Viver da pecuária envolve muita força, raça e fé. Para representar o novo conceito da Linha Pastagem da Corteva, expressamos esses três grandes ideais dos pecuaristas por meio de imagens que traduzem tudo aquilo que está no coração e no dia a dia de cada um deles. Mais do que uma forma de divulgação do novo posicionamento da Linha Pastagem, a campanha é uma valorização dos pecuaristas, que estão à frente de toda a cadeia produtiva de carne e leite e são os grandes responsáveis pelo desenvolvimento da pecuária brasileira”. 

Como se vê, toda a equipe envolvida precisou de muita força, raça e fé para colocar a campanha em pé. Agora, a expectativa da Corteva é que os pecuaristas se identifiquem com as mensagens e se engajem, cada vez mais, na construção de uma pecuária mais produtiva e sustentável.

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*