Tecnologia Ultra-S marca nova fase da Corteva Agriscience

Marca celebrou o Dia Nacional do Pecuarista com evento virtual de lançamento do novo herbicida que possui melhor custo-benefício e contribui com a sustentabilidade do planeta.

O Dia Nacional do Pecuarista, comemorado no dia 15 de julho, marcou uma nova fase da Corteva Agriscience com o lançamento dos herbicidas Ultra-S e do conceito de fornecer soluções para o controle de plantas daninhas no Brasil com tecnologia, sustentabilidade e inovação. O evento on-line teve mais de mil espectadores de todos os estados brasileiros e de outros países, como Paraguai, Estados Unidos, Colômbia e Angola. 

Líder comercial da Corteva Agriscience nas unidades Brasil e Paraguai, Roberto Hun afirmou que há um ano quando a marca nasceu como companhia 100% agrícola, totalmente independente, fez compromissos de ser uma empresa de inovação dedicada a melhorar a vida no campo e nas cidades, beneficiando os produtores, consumidores e garantindo progresso para as próximas gerações. “As metas de sustentabilidade da Corteva Agriscience para 2030 têm como foco quatro pilares chaves: melhorar a vida dos pecuaristas e agricultores, da nossa terra, das nossas comunidades e das nossas operações. O primeiro passo para alcançar estas metas é o lançamento para o mercado de pastagens da  Plataforma-S, que tem pilares de sustentabilidade”, destacou, citando ainda que o planejamento de ações para os próximos 10 anos envolve treinamentos para 25 milhões de pecuaristas e produtores, a busca da garantia de melhor produtividade e rendimento por volta de 20% com redução de emissão de gás carbônico, a redução da quantidade de embalagens e que 100% delas sejam recicláveis ou reutilizáveis até 2030.

De acordo com Paulo Pimentel, líder de marketing de pastagem da Corteva, para que as estratégias sigam estas diretrizes de sustentabilidade, foi feita uma análise do hábito de consumo de carne. Na década de 70, o Brasil tinha 93 milhões de pessoas, sendo que cada uma consumia cerca de 22 quilos de carne por ano, totalizando dois milhões de toneladas anuais. Nos anos 90, a população passou a ter 143 milhões de pessoas, com consumo de 34,8 quilos de carne por pessoa, em um total de cinco milhões de toneladas. Hoje, o país tem 210 milhões de habitantes, que consomem 38 quilos de carne por ano cada um, chegando a oito milhões de toneladas. “Nossos investimentos têm como objetivo aumentar a produtividade para atender o aumento na demanda por carne. O crescimento da população traz desafios que vão além da produção de alimentos e por isso também desenvolvemos a Plataforma-S, nosso projeto para construir o futuro com soluções sustentáveis”, explica.

A Plataforma-S tem quatro compromissos: o sucesso de todos os envolvidos na produção de carne; sinergia entre todos os membros desta cadeia em prol de uma pecuária sustentável; socioeconômico, por meio de práticas sociais que conectam a comunidade com a atividade pecuária; e sustentabilidade, com ações que cercam toda a Plataforma. “Neste conceito, o S é uma forma de oficializar o nosso interesse e nosso compromisso em incentivar e investir em boas práticas sociais e sustentáveis”, ressalta Pimentel. Os pilares da plataforma incluem um selo de Pecuarista-S para aqueles que seguirem as boas práticas de manejo, investimentos em práticas sociais e ambientalmente sustentáveis, manutenção do compromisso na evolução da pecuária nacional com o desenvolvimento de novas soluções, tecnologias, serviços e inovações. 

Tecnologia Ultra-S

A Tecnologia Ultra-S tem como principal benefício técnico a eficiência para controlar grupos de plantas daninhas importantes no Brasil. E por ser mais concentrado, traz benefícios sustentáveis. “Sua concentração possibilita usar menos produto para proteger mais áreas, reduzindo em até 50% a quantidade de embalagens, redução dos quilômetros rodados para entrega dos produtos, emitindo menos CO2 na atmosfera. Além disso, na fazenda representa menos produto para o manejo da aplicação, o armazenamento é mais eficiente e os métodos de aplicação são versáteis”, evidencia Pimentel.

Alcino Ladeira, consultor de pastagem da Corteva, observa que a Tecnologia Ultra-S é capaz de controlar plantas daninhas anuais, bianuais, herbáceas e semiarbustivas, com alta eficiência no controle de sidas e seletivo para as principais gramíneas forrageiras, sendo recomendado para reforma, recuperação e manutenção de pastagens. “Por ter elevado nível de tolerância da maioria das espécies gramíneas forrageiras, o produto é altamente seletivo. Os produtos Ultra-S controlam aproximadamente 50% das plantas daninhas de importância econômica nas áreas de pastagem, como o fedegoso-branco, a cheirosa e a guanxuma. Com consistência nos resultados, o produto tem largo espectro de controle, versatilidade nas espécies e na segmentação dos trabalhos”, acrescenta. 

Ladeira esclarece que  Ultra-S atua de maneira sistêmica. “Primeiro acontece a epinastia, que é o alongamento das nervuras debaixo da folha, após isso ocorre um murchamento, como se houvesse uma estiagem grande, seguido da clorose (amarelecimento) e necrose dos vasos de condução da seiva da planta. A tendência é a queda das folhas e a planta tende a ser controlada. Estes são os principais sintomas e características da atividade metabólica da tecnologia Ultra-S”, afirma. 

Tecnologia é o que move a Corteva Agriscience

Douglas Ribeiro, diretor de marketing e efetividade comercial no Brasil e no Paraguai, evidenciou em sua fala que nestes mais de 60 anos de história da marca, a Tecnologia Ultra-S é resultado do trabalho de muitos anos para melhorar a qualidade dos pastos e aumentar a produtividade de leite e carne. “É mais do que um produto, é um sistema, um conceito, um compromisso dessa companhia com a sustentabilidade.  Ultra-S é sim um dos protagonistas da história de sucesso da pecuária brasileira. Nos últimos 30 anos, devido ao aumento da produção da pecuária de corte e o investimento em tecnologia, nós evitamos o desmatamento de 270 milhões de hectares de florestas. A tecnologia é o que nos move, é o que nos traz aqui hoje e é o que nos traz tão próximo desse setor que é apaixonante, a pecuária brasileira. Quem está na pecuária é por vocação, porque percebe como é possível fazer a vida com um propósito tão grande”, finalizou, citando alguns dados do agronegócio brasileiro que mostram recordes diários de exportação de carne durante a pandemia – o setor traz R$ 1,5 bilhão por dia para o país.

Show e ação solidária

O lançamento foi encerrado com o show exclusivo da cantora Gaby Violeira e uma ação solidária em prol do Hospital do Amor, considerado a maior obra social do mundo e o único que trata pacientes com câncer sem custo algum. Somente em 2019, a instituição atendeu mais de 250 mil pacientes de todos os estados do Brasil. As doações ainda podem ser feitas pelo site https://hospitaldeamor.com.br/corona/.

Sobre a Linha Pastagem da Corteva

A Linha Pastagem, da Corteva Agriscience, traz o legado de soluções, produtividade e liderança da Dow neste segmento. Os melhores exemplo disso são: a Tecnologia XT, que chegou para trazer o controle foliar eficiente de plantas daninhas duras e muito duras, que antes não existia, e a Tecnologia Ultra-S, que com sua formulação concentrada e exclusiva, rende muito mais hectares por litro de produto do que os demais herbicidas para plantas anuais e bianuais. E isso é só o começo: outros produtos e novas tecnologias virão, com cada vez mais soluções e inovações. Porque, para nós, o propósito de enriquecer a vida de quem produz e de quem consome não é um ideal descolado de nossas ações. É a nossa estratégia de negócio. É da nossa linhagem. É da nossa raça.

Sobre a Corteva Agriscience

A Corteva Agriscience é uma empresa de capital aberto que oferece aos agricultores de todo o mundo o mais completo portfólio de insumos do setor, como sementes, proteção de cultivos e soluções digitais para maximizar a produtividade e a rentabilidade dos produtores. A empresa é detentora de algumas das marcas mais reconhecidas na agricultura (Pioneer®, Granular®, Brevant™ Sementes e premiados produtos de Proteção de Cultivos), trabalhando ativamente no desenvolvimento e lançamento de produtos por meio de seu robusto pipeline de química ativa e tecnologias. A empresa está empenhada em trabalhar com toda a cadeia para cumprir o seu propósito de enriquecer a vida daqueles que produzem e consomem, garantindo o progresso para as próximas gerações. A Corteva tornou-se uma empresa independente em 1º de junho de 2019. Antes dessa data, era Divisão Agrícola da holding DowDuPont. Mais informações disponíveis em www.corteva.com

 

 

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*