Tratamentos homeopáticos para o gado

Métodos alternativos, como a homeopatia veterinária e fitoterápicos, são a aposta de muitos produtores e pecuaristas

Tratamentos homeopáticos para o gado atuam no organismo do animal de forma natural, respeitando e incentivando os mecanismos de cura interna ou externa por meio da estimulação imunológica no combate a doenças, incluindo as causadas por vírus, bactérias e fungos. Além de auxiliar na redução do uso de antibióticos e antiparasitários, a abordagem pode contribuir para a eficiência econômica do rebanho. Por isso, alguns produtores e pecuaristas têm optado por tratamentos alternativos, como homeopatia veterinária e fitoterápicos, para o controle de parasitas e outras condições ligadas ao gado.

Uma pesquisa realizada na Embrapa Pecuária Sudeste testou a homeopatia em bezerros de leite recém-nascidos até completarem 60 dias de vida – e esta se mostrou eficaz contra várias doenças, principalmente a diarreia. Cerca de 25% dos animais tratados com o método não tiveram nenhuma ocorrência no período do experimento. Além do tratamento alternativo, boas práticas de manejo animal ajudaram a reduzir a diarreia no sistema de produção de leite do centro de pesquisa. 

Para a pesquisadora da Embrapa Pecuária Sudeste, Teresa Cristina Alves, as primeiras semanas de vida do animal são as mais críticas, devido à imunidade baixa, e evitar a diarreia dos bovinos é essencial. Além disso, prevenir parasitas nessa fase resulta em um bom desenvolvimento produtivo e reprodutivo do bezerro.

De acordo com a pesquisadora, a homeopatia para bovinos que passaram por alguma intervenção terapêutica também é recomendada, como um complexo vitamínico para melhorar a imunidade, além de ser muito utilizada para prevenir a retenção de placenta. “Nesse caso, os produtores utilizam um spray com o produto fitoterápico para aplicação diretamente na vulva da vaca logo após o parto”, explica Teresa.

A ideia, segundo Teresa, é que a homeopatia melhore a saúde animal e reduza o uso de antibióticos, diminuindo, assim, os riscos de resistência a alguns componentes.

Leia também: Qualidade do leite e reflexos no bolso do produtor

Manejo homeopático

O Recanto SS, propriedade leiteira localizada em Itirapina, centro-leste de São Paulo, tem em média 120 cabeças de gado, entre elas bezerras, novilhas e vacas, e eles optaram por utilizar a homeopatia no manejo para facilitar o parto, melhorar o crescimento dos bezerros, controlar infecções, aumentar a fertilidade, conter a mastite e, também, para o controle parasitário, como vermes internos e externos, carrapatos, moscas domésticas e bernes. “Aqui na propriedade fazemos o uso da homeopatia na fertilidade, no lote de vacas pós-parto, em novilhas que vão entrar em reprodução e para mastite. Tudo é feito de uma forma bem pontual, de animal para animal, só quando necessário. Aplicamos também nas bezerras na fase de conversão alimentar, com o uso diário do controle homeopático”, ressalta o produtor Claudemir Saldanha.

Saldanha explica que os conhecimentos e as recomendações técnicas para o manejo homeopático são praticamente os mesmos para os sistemas convencionais. A base de tudo é pasto de qualidade, bem-estar e melhoramento genético dos animais.

“Eu uso e recomendo o manejo homeopático. Nós temos um lote de novilhas que ficam no manejo convencional, e lá é feito o uso da homeopatia. Os resultados obtidos na produção só comprovam que o tratamento funciona e que traz muitos benefícios para todos os envolvidos”, finaliza Claudemir.

Vantagens para o rebanho

Segundo Saldanha, a homeopatia traz muitos benefícios para o animal e para o produtor. Entre as vantagens estão:

Ação eficiente: é comprovado que o tempo de reação da homeopatia no organismo é proporcional ao tempo da afecção;

– Lucratividade na produção: o tratamento é mais barato e o produtor sente os reflexos da economia no bolso.

Fácil administração e ingestão: os remédios são preparados de acordo com a palatabilidade individual.

Além disso, existe a facilidade de se ministrar doses únicas. Assim, evita-se o estresse ocasionado por administração forçada da medicação oral ou o uso de seringas.

Por fim, o risco de acidente ao se lidar com animais violentos é reduzido, beneficiando o animal, o veterinário e seus auxiliares.

Administração de medicamentos homeopáticos

A pesquisadora da Embrapa explica que, em diversas situações, a homeopatia é usada como ação preventiva, não como tratamento, diminuindo o número de casos clínicos e reduzindo gastos com animais.

“A administração dos medicamentos homeopáticos, normalmente, é feita via oral. Eles são colocados na água, na ração ou no sal mineral, sem necessidade de contenção animal, reduzindo estresse e risco de acidente. Além do mais, a terapia homeopática tem caráter energético, conferindo aos animais tratados diminuição do estresse, que, em conjunto com um manejo adequado, possibilita o bem-estar”, finaliza Teresa.

Leia também: Bem-estar animal: melhorando a vida do produtor e do gado

Você já pensou em fazer uso de tratamentos homeopáticos ou fitoterápicos na sua propriedade? Conte para a gente nos comentários!

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

2 respostas para “Tratamentos homeopáticos para o gado”

  1. Avatar Egolf Hornburg - Acre (AC) disse:

    TB uso c resultados satisfatórios .ex: curativo mastite , papilomatose, parasitário, estress , diarréias,como TB em conversão alimentar p ganhar n produção leite ou pes o e n qualidade d carne .Eu recomendo p usar.

    1. Pasto Extraordinário Pasto Extraordinário disse:

      Que show, Egolf! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*