Sabe como aumentar a produtividade do rebanho leiteiro?

Veja o que disse Ronald Rabbers, dono do animal que atingiu a produção de 190 mil litros de leite, 6 mil quilos de gordura e 5 mil quilos de proteína em 10 lactações

A fazenda da família Rabbers coleciona títulos e é reconhecida como uma das mais importantes da bacia leiteira daquela região. A propriedade fica em Castro, e o pecuarista Ronald Rabbers, cooperado da Castrolanda Cooperativa Agroindustrial, acaba de conquistar mais um prêmio com um animal da raça holandesa que atingiu a marca histórica de 190 mil litros de leite, 6 mil quilos de gordura e 5 mil quilos de proteína em 10 lactações ao longo de 17 anos de produção. O prêmio foi concedido pela Associação Paranaense dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (APCBRH). 

Os dados foram reconhecidos pelo Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros do Paraná, vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). O pecuarista contou que receber o prêmio foi uma experiência única. “Sabemos o desafio que é manter as vacas nesse ritmo tão intenso, depende muito de conforto, cuidados e principalmente de conseguirmos identificar esses indivíduos que serão diferenciados”.

A genética como fator determinante

Atingir essa produtividade  é uma tarefa que envolve muitos fatores, mas os principais são a estrutura da propriedade e a genética do animal. “Podemos ter a melhor estrutura e nutrição, a melhor equipe, mas sem uma boa genética teremos bastante dificuldade para chegar nos resultados esperados”, explicou Ronald. 

A avaliação genética é realizada quando o animal é filhote, e em pouco tempo é possível ter o resultado da expressão genética dele como adulto, isso permite uma evolução mais rápida. Apesar de o fator genético ser determinante na produtividade do indivíduo, é necessário cuidar da produção de todo o rebanho. “Precisamos ter um rebanho produtivo, então tiramos os destaques para tratamento especial. O que nos mantém como propriedade é o rebanho como um todo”, ressaltou Rabbers. 

Tecnologia para aumentar a produtividade

O pecuarista também reforçou que a Castrolanda oferece tecnologias e condições que ajudam a melhorar a produtividade local, como fábrica de rações, farmácia e insumos.

A tecnologia é uma forte aliada da pecuária leiteira, proporcionando novas ferramentas, nutrientes e estratégias que impactam na produtividade e na qualidade da produção. Ronald contou sobre a dificuldade que alguns produtores ainda têm de obter acesso às novidades e alerta para a necessidade de avaliar o que realmente pode ser benéfico: “Não temos como aplicar tudo o que sai no mercado, é necessário avaliar a propriedade e observar aquilo que se aplica, nem todas podem funcionar dentro da realidade de cada produtor”.

Conhecimento para continuar evoluindo

O futuro do setor é promissor se continuar evoluindo, lançando mão das tecnologias disponíveis e atendendo a um mercado consumidor cada vez mais consciente e exigente. Rabbers ressalta que para manter a produtividade é necessário o alinhamento com as questões de bem-estar animal, biossegurança e condições de trabalho. Nada deve ser negligenciado, pois tudo reflete na qualidade do produto final. Ele considera que o desafio nos próximos anos será grande, mas com conhecimento será possível. “É preciso correr atrás do conhecimento”, finalizou.

Acompanhe nossas publicações e fique por dentro das principais novidades da agropecuária.  

Clique e leia a matéria completa

Tags

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados

Cadastro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*